Boa tarde, seja bem vindo!
Notícia - Cidwan

Empreendedorismo: Suporte em processos de patente e investimento é solução para alavancar novos negócios

06 DEZ 2018

De acordo com uma pesquisa do SEBRAE, o número de pessoas entre 18 e 34 anos investindo em negócios autônomos aumentou de 50% para 57% em 2017, ou seja, cerca de 15,7 milhões de jovens estão seguindo esse caminho. Contudo, ser bem-sucedido com uma ideia ou invento exige auxílio, pois além de investimento financeiro e tecnológico, o inventor precisa de orientações em processos como o de registro de patente, marca e a consolidação do produto no mercado.

Para ajudar esse nicho e incentivar as mentes criativas, a Associação Nacional dos Inventores (www.inventores.com.br) realiza uma palestra para discutir esse universo e fomentar pequenos empreendedores. O evento, que ocorrerá em novembro em comemoração ao mês do inventor, é resultado da parceria com o inovaBra, programa do Banco Bradesco que tem a intenção de promover a coinovação.

Simplificar o conceito de criação e mostrar que é possível desenvolver um aplicativo ou tirar uma invenção do papel faz parte do trabalho diário da ANI, que também ampara os pequenos empreendedores na fase mais difícil: a inserção no mundo corporativo. “Os jovens estão criando mais, porém, precisam de verba para alavancar suas ideias. Nós queremos expor os inventores para potenciais investidores”, comenta Carlos Mazzei, presidente da Associação.

Além de orientar profissionais que estão começando a empreender, a Associação Nacional dos Inventores chama atenção para a importância da tecnologia durante o processo de invenção. “Não ter investimento tecnológico é o maior problema da indústria no Brasil. Empregamos pouco capital em inovação e isso, aliado à alta carga de impostos, acaba desanimando os empreendedores a buscarem novas fontes de renda”, diz Mazzei.

Outro ponto primordial para garantir o sucesso no mercado é a exclusividade do produto. Sabendo desse requisito, a ANI orienta o inventor a buscar proteção e exclusividade para a sua ideia, por meio de registros de patente, marca e direitos autorais. “Isso confere a segurança e a liberdade necessária para investir sem medo de um terceiro se apropriar do que foi construído”, afirma o presidente.

Todos esses assuntos serão debatidos pela ANI na palestra gratuita, de tema “O universo da propriedade industrial e intelectual”, que também sorteará um registro de marca. O intuito é incentivar os participantes que queiram seguir no caminho do empreendedorismo autônomo a lidar com as burocracias e a alavancar os projetos, além de apresentar novas soluções na área. “E nada melhor do que fazer isso no mês em que é comemorado o dia do inventor [4 de novembro]”, celebra Carlos.

“Aplicativos, e-commerce e startups que hoje fazem parte do dia a dia dos brasileiros não teriam saído do papel sem apoio financeiro e a garantia de registro, e estar aberto para inovações é essencial para o nosso desenvolvimento. As invenções movem o mundo e simplificar o acesso a quem pode alavancar suas ideias é prioridade para que os criadores não desanimem”, finaliza Mazzei.

O evento será realizado no dia 29/11, às 19h, no auditório do inovaBra, localizado na Avenida Angélica, 2.529 em São Paulo. Para se inscrever basta enviar um e-mail, com até cinco dias de antecedência, para inventores@inventores.com.br com o nome completo, telefone, CPF e e-mail do participante. As vagas são limitadas.

WhatsApp Cidwan